29 de jan de 2010

Haiti, Escombros da Exclusão







Como entender tanto sofrer?
Já eram excluídos, com sede e fome
Sem nome, sem nada, já eram órfãos
Da indiferença, da desigualdade
Deste mundo cruel.
Tudo que tinham era o riso fácil
E o canto de esperança.
Como entender tanto sofrer?
Deliciavam-se com biscoitos de barro
Que dividiam entre si...
Espera, incertezas,
Descalços, sem água, sem pão.
E agora?
Tragédia, dor e mais mortes.
Por quanto tempo terão ajuda
Ou novamente, serão abandonados
à própria sorte?
Órfãos que sempre foram
Filhos das agruras num lar
que já não possuía chão...
Ali, germinou o sonho
da liberdade, da escravidão..
E foram castigados
Pela eterna exclusão.
Agora, vagam dia e noite
Chorando a morte
De pais, mães, filhos e irmãos.

Autor desconhecido

2 comentários:

RITINHA disse...

Olá, vim deixar carinho em seu cantinho que pra mim é muito especial...te desejo uma excelente semana....se ainda não pegou, por favor pegue o meu mascote.....te desejo tudo de bom em sua vida sempre!

Beijinhos gigantes!

isabel disse...

Oi amiga te passei um e-mail te dnado um mimo no meu site!!!na coluna da direita!!!Mimo: momento fantasia!!!Não sei rse recebeu!!!pois é o primeiro que eu faço e gostaria de saber se recebeu ou se postou, pois quero saber se fiz certinho!!!Espero sua resposta!!!!Bjs. bell.

Postar um comentário

Amei seu comentário ...
Obrigada por visitar e comentar!
Volte sempre !!!

Família Santos

Amigos Google +