7 de ago de 2016

Brasil deu show na abertura da Rio 2016



A abertura dos Jogos Olímpicos foi lindo demais!



O tema foi : Inclusão social, sustentabilidade e muita criatividade marcou a Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos.
Para quem só criticou, que não acreditou que o Brasil tinha profissionais capacitados para fazer um evento desse porte, teve que morder a língua.
Os nossos profissionais capacitados criativos deram um show.


  

Sem muita pompa, eles conseguiram fazer um evento simples, mas que mostrou ao mundo o poder do live marketing brasileiro.

  



Espero que o que foi mostrado na Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016 sirva de incentivo para que os brasileiros parem de falar mal do nosso País.
Que aqueles que torcem o nariz para esse tipo de evento, dizendo que é jogar dinheiro fora, possam enxergar o que isso representa para a união dos povos e por um mundo melhor para todos.
Falhas existiram?
Certamente.
Porém, nada que fosse visível pela tela da TV que foi aonde milhares de pessoas ao redor do mundo acompanharam essa verdadeira aula de live marketing.

  

A Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro ressaltou o que o País tem de melhor e mais genuíno: o povo brasileiro.
Houve vaias para o presidente em exercício.
Normal.
Mas isso não tirou o brilho do espetáculo.

Um dos momentos emocionantes foi o voo do 14 Bis, lembrando a grande descoberta de Santos Dumont.
O som do clássico Construção, de Chico Buarque, acrobatas desafiaram as fachadas dos prédios e montaram uma parede, de trás da qual o avião 14 Bis saiu ao som de Samba do Avião, com um ator interpretando o inventor Santos Dumont.
A coreografia do ballet vertical de Deborah Colker na abertura da Olimpíada do Rio não poderia ser diferente do que a "obra prima" prometida pela coreógrafa.

  

Os 12 mil atletas que passarão pelo Maracanã, pela primeira vez na história, terão a missão de deixar uma semente para o Parque Radical, no Complexo de Deodoro, na zona norte do Rio, o que deve dar início a uma espécie de "floresta olímpica" no futuro ou a "floresta dos atletas".

Resumo da imprensa internacional

Samba, funk, maracatu, bossa nova… e Gisele Bündchen. A festa musical brasileira no Maracanã e a presença da top empolgaram a imprensa internacional. "Espetacular", resumiu um dos jornalistas do americano New York Times.

O jornal Washington Post ressaltou que o público acompanhou em coro o "cantor de samba muito amado" Zeca Pagodinho. "Os brasileiros conhecem as letras de centenas e centenas de músicas, portanto esses coros são muito comuns.", diz o Post.

A rede BBC destacou a reação positiva de seus leitores nas redes sociais e elogiou a cerimônia com um twitter em sua conta no micro blog: "Não sei quanto a vocês, mas nós estamos impressionados até agora pela #CerimoniadeAbertura da #Rio2016. Uau!"



Foi "um êxito para o Brasil", que "deixou de lado as diversas crises que vive o país".
Apesar de toda a tensão, "durante mais de três horas, o Brasil se deu um respiro".
"A crise política e a recessão econômica ficaram de fora no Maracanã", afirma a análise.
"Houve orgulho, muito orgulho de ter feito, por parte de um país que tem tido poucos motivos para isso nos últimos meses".
Um espetáculo que mostrou a capacidade do Brasil em realizar o que há de belo na cultura, sempre misturando os ritmos, as culturas de funk, samba ou bossa nova.



"Sou Brasileira, com muito orgulho, com muito amor".


Parabéns, Rio !!!


0 comentários:

Postar um comentário

Amei seu comentário ...
Obrigada por visitar e comentar!
Volte sempre !!!

Família Santos

Amigos Google +